SW Surgery II LED – Ultrassom Cirúrgico

Peso11,00 kg
Dimensões27,6 × 26,7 × 11,0 cm
Consulte os preços

Aplicações:

  • Cirurgias ósseas para implantes dentários.
  • Cirurgia de levantamento do seio maxilar.
  • Cirurgias ortognáticas.
  • Remoção óssea do maxilar.
  • Osteoplastias.
  • Osteotomias expansivas.
  • Periodontia cirúrgica.
  • Endodontia cirúrgica.
  • Cirurgias ortopédicas.
  • Cirurgias cosméticas.
  • Neurocirurgias.
  • Rinoplastia.
  • Cirurgias em otorrinolaringologia.

Tecnologia:

  • Transdutor do ultrassom piezoelétrico através de pastilhas cerâmicas com frequência de 36.000Hz estabilizado eletronicamente.
  • Tela colorida de 7 polegadas touch screen de alta definição.
  • Possui circuito eletrônico com sintonia automática que compensa o desgaste das pontas, garantindo assim um trabalho em condições constantes de máxima eficiência.
  • Caneta do ultrassom com luz de LED para melhor visualização do campo de trabalho.
  • Peça de mão completa removível e autoclavável.
  • Corte micrométrico. Máxima precisão cirúrgica e sensibilidade intra-operatória. Incisão cirúrgica mínima de 3,5mm de comprimento e 0,5mm de largura.
  • Corte seletivo. Máxima segurança para os tecidos moles e visibilidade intra-operatória (campo com menor presença de sangue).
  • Nova tecnologia de corte ultrassônico que produz baixo nível de aquecimento.
  • Pedal de acionamento multi-função. Permite o controle do modo de funcionamento, fluxo de líquido e potência do ultrassom, simplificando os procedimentos de operação do equipamento.
  • Nova bomba peristáltica. Compacta de fácil manuseio, silenciosa, precisa e com 7 níveis de irrigação.

Cirurgia Piezoelétrica:

A principal vantagem da cirurgia piezoelétrica é que, uma vez em contato com tecidos moles, o dispositivo ativo de corte cessa sua atividade, preservando totalmente a integridade de vasos e nervos, frequentemente e/ou acidentalmente comprometidos ao usar serras cirúrgicas convencionais ou brocas.

Ao utilizar serras comuns ou brocas em osteotomias, há necessidade de se aplicar pressão, mesmo que discreta, para que se obtenha o corte, implicando em certo grau de aquecimento, tanto do osso quanto dos tecidos moles adjacentes. O corte piezoelétrico não deve utilizar pressão, pois o excesso de força sobre o instrumento interrompe a sua atividade sobre o osso. Deve-se realizar apenas a apreensão firme da microserra durante o corte, o que resulta em um mínimo aquecimento, diminuindo o risco de osteonecrose, garantindo a vitalidade dos osteócitos.

Quanto mais suave a pressão da serra piezoelétrica sobre o osso, mais linear a vibração do instrumento e melhor o corte.

Ultrassom:

  • Ajuste eletrônico no display da potência e do fluxo de irrigação de forma sensível e precisa.
  • 7 níveis de potência de acordo com o corte necessário em procedimentos para todas as diferentes densidades ósseas.
  • Funções: Óssea, Perio, Endo e Limpeza.
  • Tips (Pontas) com vários modelos:
    Cirurgia óssea
    Descolamento membrana seio maxilar
    Elevação seios dentais
    Periodontia
  • Preparação do implante
  • Extração
  • Rinoplastia

Baixar manual

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “SW Surgery II LED – Ultrassom Cirúrgico”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

gdpr-image
Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao usar este site, você concorda com nossa Política de Proteção de Dados.
Leia mais
Inicie uma Conversa